Farting Felon se declara culpado

Sean Sykes Jr., de Kansas City, deixou alguns rasgos durante o interrogatório.

5bcf9edc3c0000a2020e1d6e

Ser interrogado pela polícia é um verdadeiro gás para um homem de Kansas City que enfrenta acusações federais sobre armas e drogas.

Talvez seja por isso que o jovem de 25 anos supostamente peidou repetidamente enquanto era interrogado após sua prisão em novembro de 2017.

Na segunda-feira, Sean Sykes Jr. se declarou culpado de uma acusação de  posse com a intenção de vender cocaína, heroína e maconha, e usando uma arma de fogo em prol do crime de drogas, segundo o Kansas City Star.

O apelo deu aos jornalistas a chance de relembrar seu interrogatório original, que ocorreu em setembro de 2017, após uma parada de tráfego rotineira.

Quando a polícia revistou um carro em que Sykes estava, encontraram uma mochila com várias drogas e duas pistolas.

Um dos canhões era um Magnum, 357, que havia sido roubado de um carro em Independence, Missouri, alguns dias antes, segundo documentos judiciais obtidos pelo Kansas City Star.

O detetive que questionou Sykes disse que o suspeito se envolveu em um comportamento muito fedorento durante o interrogatório.

A certa altura, quando o detetive pediu a Sykes seu endereço, o suspeito “se inclinou para o lado da cadeira e soltou um peido alto antes de responder ao endereço”.

Quando Sykes não parava de peidar, o detetive disse que terminara a entrevista.

Sykes será sentenciado após a conclusão de um relatório pré-sentença, de acordo com a Associated Press.

Via: Huuf