Mudanças climáticas podem nos afetar

O mapeamento da realidade antiga da natureza revelou como as mudanças climática nos afetar

dinamica-da-floresta-810x420

A Amazônia sempre abrigo uma incrível natureza de plantas e animais. Espécies que têm sido uma grande fonte de alimento, abrigo e remédios desde a chegada dos humanos e um grande alvo do cientistas desde os tempos dos primeiros exploradores naturalistas europeus.

file-20180718-142423-13xgx0t

Que processos produzem esses pontos quentes de riqueza de espécies e por que a biodiversidade declina gradualmente em direção a latitudes mais altas e climas mais secos? Os cientistas propuseram muitas explicações concorrentes, mas não há maneira fácil de testá-las. Tem o biogeógrafos, são aqueles que estudam a geografia da vida no planeta, não temos a opção de realizar experimentos do mundo real. Não temos como fazer teste e então esperar séculos ou milênios pelos resultados.

Dinâmica climática e topografia impulsionam os padrões da natureza

Alguns dos nossos estudos nos leva a acreditar que os padrões de riqueza para espécies vivas, não importando a idade das espécie, têm suas origens nos mesmos processos subjacentes que modelamos na simulação. A interação entre os climas turbulentos dos últimos 800 mil anos e as paisagens dramáticas da América do Sul impulsionaram a especiação em alguns grupos mais jovens de plantas e animais, mas embaralharam a localização de espécies jovens e antigas em conjunto, indiscriminadamente.

511523-05-de-setembro-Dia-da-Amazônia-2

As atividades humanas estão forçando mudanças no clima global a uma taxa sem precedentes, muito mais rápido do que a dinâmica climática em nosso modelo. Sabemos que as espécies já estão em movimento, suas faixas estão mudando a taxas alarmantes na terra e nos mares, com efeitos profundos na vida humana e na subsistência.

Nossas simulações não tenham sido projetadas para prever o futuro, elas revelam vividamente o poder dinâmico da mudança climática para moldar a vida na Terra.

Via: The Conversation